Thai Festival

BJ e Bobbie Worth organizaram novamente um grande evento na exótica Tailândia
Por: Niels Steeman
Fotos: Willy Boeykens
Tradução: Valter Gonzales
 
Poucos são os Boogies no mundo que podem se considerar tropical - com tempo maravilhoso, comida boa e bebida barata servida em embalagem tropical. Na verdade, poucos acontecem mais do que uma vez. O Festival Aéreo Tailandês é um evento anual e provinciano que acontece em uma pequena cidade pesqueira chamada Prachuab Khirikhan (há mais ou menos 4 horas de carro da Capital Bangkok). Além disso, eles têm também uma grande e única seleção de aeronaves à disposição.
Este Boogie, criado por duas das mais habilidosas pessoas em sua área de atuação do mundo, devotados admiradores da cultura tailandesa - BJ e Bobbie Worth - apresentou um alto padrão na realização de um evento de paraquedismo de alta qualidade no Reino da Tailândia. Não podemos deixar de mencionar dois outros componentes-chave nessa equação: Larry Henderson que reside na Tailândia e, sem dúvida, um dos principais motivos da participação do componente-chave número dois, a Força Aérea Real Tailandesa - The Royal Thai Air Force (RTAF), que se envolveu ativamente nessa questão. De qualquer forma, sem a participação da RTAF, esse evento não teria acontecido. Estamos falando de aviões que muita gente sonha em conseguir, como o Hercules C-130 (para mais de 100 paraquedistas), o BT-67 (convertido em um DC3 com duas turbinase um Helicóptero Huey (com 8 lugares). Além disso tudo, a participação da Base Aérea Wing 5, sempre amistosa e, além de sua assistência profissional, está localizada diretamente em duas das três baías maravilhosas que podemos realmente chamar de tropicais. O sucesso do Boogie não se deu apenas por causa do local e dos aviões, mas também devido ao trabalho em conjunto desses quatro componentes para que se pudesse oferecer a cada participante, paraquedista ou não, a oportunidade de aproveitar o que a Tailândia rural tem a oferecer.
O Boogie se destaca não apenas pela segurança, qualidade, lançamentos a 15.000 pés (frequentemente) sob a auspiciosa liderança do Time Mundial de LOs e câmeras, e LOs de freefly de alto nível, mas também porque o evento oferece um retorno para a comunidade local. Uma parte importante do Festival Tailandês é dedicada a levantar fundos para as escolas locais, o que os permitiu a levantar quantia suficiente para ajudar as crianças em suas necessidades básicas, que passariam despercebidas no mundo ocidental. Desde playgrounds à biblioteca (em breve), podemos dizer que eventos como este são organizados com dedicação e recebem calorosamente mais de 250 paraquedistas e acompanhantes todos os anos.
Cada Boogie está acompanhado de um aspecto cultural da “Terra do Sorriso” - desde o mundialmente renomado Mercado Flutuante fora de Bangkok até uma breve introdução à cultura tailandesa no Sampran. Bobbie e BJ tentaram ser criativos no dia em que o grupo deixou o atribulado centro da cidade nas carruagens confortáveis e climatizadas. Um almoço esplêndido, com alguns dos pratos tailandeses mais favoritos, e os quase 300 quilômetros até Prachuab Khirikhan, quando puderam observar a mutante paisagem da Tailândia. Os que quiserem dedicar um pouco mais de tempo para conhecer as redondezas, não ficarão desapontados (e isso inclui também visitas aos bares e cafés locais para se “misturarem” à comunidade).
Mas no final, tudo se concentra em apenas uma coisa - paraquedismo seguro! Cada paraquedista é designado a um dos altamente especializados “load organizers”, sempre levando-se em conta a experiência, número de saltos e habilidades demonstradas em eventos prévios. A parte mais importante (além da diversão) está na aplicação de regras rígidas, que são reforçadas durante o evento todo, onde a segurança está acima de tudo.
O atleta pode esperar fazer uma média de cinco a seis saltos a 15.000 pés, intercalados entre o Hercules e o G-222, que são bastante eficazes. Os freefliers sempre foram uma parte menor entre os paraquedistas presentes, mas pode-se dizer que até mesmo o mais exigente freeflier poderá ser desafiado aqui. Deste grupo, os saltos fun podem ser esperados - botes infláveis, e o salto “zoológico“, com brinquedos infláveis - e fazem com que alguns paraquedistas ofereçam algumas poses fabulosas para os cameramen. Você é uma pessoa que gosta de madrugar e saltar até o limite? Sem problemas! Apesar de quase não conseguir oferecer aos paraquedistas a chance de fazer um salto, as decolagens do helicóptero Huey normalmente começam bem cedo e sem cobrança adicional, comparado ao preço do ticket normal. Além disso, a possibilidade de ver do céu uma das cenas mais estonteantes - o mar, com ilhas espalhadas, as três baías e o nascer-do-sol - o Huey transporta até oito paraquedistas e teve uma grande procura durante o Boogie. Esqueça o café da manhã, embarque no Huey!
Durante o dia, desde 4-ways até 40-ways de TR irão desafiar até o paraquedista mais exigente do mundo e é bem comum ver atletas trocando de grupo para se desafiarem a si próprios, depois de verem seus saltos registrados nas filmagens. Final do dia com cerveja, um ótimo jantar (e barato!) e a conversa sobre o dia, enquanto o horizonte suavemente torna-se pontuado com luzes verdes - sinal de que os pescadores locais estão começando seu “dia de trabalho”.
Em resumo, o Festival Aéreo Tailandês é...
.

Leia toda a matÚria na Revista Air Press. Peša seu exemplar. Assine